QUEIMADAS

Defesa Civil receberá R$ 1,3 milhão para ações contra incêndios em MS

Recurso liberado pelo Ministério do Desenvolvimento será usado na contratação de 21 brigadistas e para logística

Brigadistas combatem fogo na região do Pantanal em MS (Foto/Divulgação) Brigadistas combatem fogo na região do Pantanal em MS (Foto/Divulgação)

O Ministério do Desenvolvimento Regional autorizou empenho e repasse de R$ 1.351.360.09 ao Mato Grosso do Sul, recursos que serão usados em ações da Defesa Civil de combate às queimadas no Estado, principalmente na região da Serra do Amolar.

A liberação foi publicada hoje no Diário Oficial da União e refere-se a “execução de ações de resposta”. Os recursos serão liberados em prazo de 180 dias, a partir da edição de hoje.

A Defesa Civil deve apresentar prestação de contas, em prazo de 30 dias, a partir do término de vigência da portaria.

Pela lei, os recursos repassados à Defesa Civil podem ser usados em várias situações, entre elas, as “ações de respostas”, estratégias preventivas ou de apoio de assistência em casos de desastres naturais, como enchentes ou queimadas.

O tenente-coronel Fábio Santos Coelho Catarinelli, coordenador estadual da Defesa Civil, disse que esta é a terceira parcela liberada para o plano de ações no Estado. As outras duas foram de R$ 562 e R$ 3,8 milhões.

Os recursos liberados na portaria serão usados na contratação de 21 brigadistas, compra de equipamentos e ações de logística. Catarinelli diz que o foco de preocupação atualmente são os focos de incêndio na Serra do Amolar e no Porto Jofre, em Corumbá, próximo da divisa com Mato Grosso.

Somente este mês, já foram registrados mais de 1,5 mil focos de incêndio, principalmente,no Pantanal (689) que já perdeu 20% do seu território para as queimadas.

Comentários