FRONTEIRA

Paraguai prevê reabertura de lojas a brasileiros em setembro

Ministro de Relações Exteriores diz que conversa está avançada com governo brasileiro.

Paraguai prevê reabertura de lojas a brasileiros em setembro Paraguai prevê reabertura de lojas a brasileiros em setembro

O governo paraguaio prevê para setembro deste ano a reabertura do comércio de fronteira para clientes argentinos e brasileiros. A medida é aguardada com ansiedade pelos comerciantes de cidades paraguaias vizinhas de Mato Grosso do Sul.

Nessas cidades, o fechamento da Linha Internacional por causa da pandemia do novo coronavírus, em março, já provoca falências e demissões em massa.

Nesta quinta-feira (6), o ministro de Relações Exteriores do Paraguai, Antonio Rivas Palacios, afirmou que as conversas com o Brasil para reabertura do comércio fronteiriço estão “85% avançadas', com expectativa de retomar o intercâmbio comercial, apesar de a pandemia do novo coronavírus ainda parecer longe do fim.

“Em tempo de pandemia, recuperar esse movimento não é só importante para o Paraguai, mas também para as cidades fronteiriças do Brasil', afirmou o chanceler.

Em Pedro Juan Caballero, comerciantes locais se organizam para convencer o governo paraguaio a liberar, ao menos parcialmente, a abertura da fronteira para acesso dos turistas brasileiros. “Vamos vender a ideia para o governo', afirmou o presidente da Câmara de Comércio da cidade, Víctor Hugo Barreto.

Desde o mês passado estão funcionando na linha entre as duas cidades os pontos de “delivery' para entrega de mercadorias tanto para clientes brasileiros quanto paraguaios. Entretanto, oficialmente as vendas só podem envolver moradores das duas cidades. A circulação de pessoas de um lado ao outro da fronteira continua proibida.

Comentários