CONSUMIDOR

Procon Estadual notifica o Atacadão a justificar aumento nos preços do óleo de soja

Foto: Divulgação/ProconMS Foto: Divulgação/ProconMS

Elevação, aparentemente, injustificada  de preços para comercialização de produtos, entre os quais óleo de soja, motivaram várias reclamações de consumidores e, em razão disso, a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor, órgão integrante da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho – Sedhast, notificou o Atacadão S/A a comprovar com documentos a necessidade de aumento nos preços, principalmente do óleo Concordia em embalagem pet, motivo principal das reclamações.

Ocorre que, conforme constatado, o produto em referência estava sendo comercializado por  R$ 3,60 ( três reais e sessenta centavos) tendo seu preço modificado, momentos depois, para R$ 5,20 (cinco reais e vinte centavos), o que  deixou muitos consumidores surpresos ao tentar  efetuar a compra e  denunciado o fato ao Procon Estadual por meio do telefone 151.

Com isso, a empresa  foi notificada a em um prazo de  dez  dias apresentar explicações e  esclarecimentos quanto as razões que justificaram a elevação em percentuais considerados altos para o consumidor final e apresente documentos que entendam comprobatórios para  que o órgão estadual de defesa do consumidor possa  realizar análise de forma correta.

Na opinião do superintendente Marcelo Salomão, “o consumidor já está passando por fase difícil tanto financeira muitas vezes motivada pela perda de emprego ou redução no seu salário que terá dificuldades de suportar aumentos elevados em produtos de primeira necessidade”.  Salomão afirma que a proteção  ao consumidor é um direito fundamental, razão pela qual o Procon Estadual não se omite a  agir nesses casos.

 

Comentários