REGIÃO

Sicredi Centro-Sul MS entrega homenagem para associado de Deodápolis

Foto: Divulgação Foto: Divulgação

A Sicredi Centro-Sul MS superou a marca de R$ 600 milhões na carteira de poupança. E, para registrar este momento junto aos seus associados e a comunidade, a Cooperativa entregou um brinde ao associado da agência de Deodápolis, Argemiro Honório da Silva, que fez o depósito que possibilitou que a Sicredi Centro-Sul MS alcançasse esta marca.

O associado recebeu o brinde das mãos do vice-presidente da Sicredi Centro-Sul MS, Edilson Antonio Lazzarini, na presença do gerente da agência em Deodápolis, Luciano Braga Pitteri, e demais colaboradores da agência da Cooperativa no município.

De acordo com o vice-presidente da Sicredi Centro-Sul MS, Edilson Antonio Lazzarini, a homenagem foi uma forma de agradecimento a confiança da comunidade, representando todos os associados que investem na Cooperativa. “Esta marca representa as conquistas da nossa Cooperativa e de tantos associados que poupam para realizar sonhos e captam recursos que são investidos na forma de crédito e aplicados na comunidade.”

Diferencial

Na Cooperativa, a poupança é responsável pelo estímulo, principalmente, ao crédito rural, mas também ao crédito imobiliário, promovendo o crescimento da região e fomentando resultados que posteriormente serão compartilhados por todos. Além disso, a Cooperativa realiza constantes incentivos com ações de educação financeira, crédito responsável e consultorias para os associados pouparem e planejarem o futuro, visando a realização dos seus sonhos.

O modelo de negócio cooperativo permite que os associados se beneficiem de duas maneiras por seus depósitos em poupança: com a própria remuneração do investimento e, também, com a distribuição dos resultados, definido no Ciclo Assemblear de prestação de contas. Em 2021, o grande diferencial para os associados que investiram na poupança, foi que se manteve a decisão de distribuir 2% sobre o saldo médio anual, o que representou quase 100% do rendimento médio anual da poupança.

Comentários