AUSTRÁLIA

Homem dá socos em tubarão-branco para salvar a esposa ferida

Chantelle Doyle foi salva pelo marido, Mark Rapley, em ataque de tubarão-branco - Foto: Reprodução/Channel 9 Chantelle Doyle foi salva pelo marido, Mark Rapley, em ataque de tubarão-branco - Foto: Reprodução/Channel 9

No sábado (15/8), Mark Rapley e a mulher, Chantelle Doyle, foram surfar em Port Macquarie, ao norte de Sydney (Austrália). As ondas estavam perfeitas, mas algo assustador ocorreu: um tubarão-branco atacou Chantelle e mordeu uma das suas pernas.

O marido, para salvá-la, deu repetidos socos na cabeça do tubarão-branco, de cerca de 3 metros de comprimento. Deu certo. "Agi por instinto. Você vê a mãe do seu filho, a sua companheira, tudo o que você, e reage", disse Mark ao Channel 9.

O australiano contou que o jovem tubarão-branco atingiu a prancha com tanta força que a jogou no mar. Antes que Mark pudesse reagir, uma das pernas de Chantelle já estava na boca do predador. "Sabia que ela estava em apuros. Eu tentei dar socos de cima para baixo nele. É como esmurrar uma parede de tijolos, (a pele do tubarão) é muito dura", relembrou.

Depois de acertar o tubarão-branco oito vezes, ele finalmente nadou para longe. "Foi inacreditável. Os gritos eram terríveis", disse ao "Daily Telegraph" Jed Toohey, que testemunhou a cena. "Ele salvou a vida dela. Ele foi realmente incrível", acrescentou.

Chantelle recebeu os primeiros socorros na areia, até a chegada dos paramédicos. A australiana, de 35 anos, foi levada de helicóptero a um hospital, onde passou por cirurgia. O estado de saúde é estável.

Comentários