FEMINICÍDIO

Assassino de jovem morta com mais de 20 facadas é preso fugindo para SP

A jovem foi encontrada morta em Dourados - Crédito: Adilson Domingos A jovem foi encontrada morta em Dourados - Crédito: Adilson Domingos

Nesta terça-feira (15), a policiais civis da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) localizaram e prenderam Luciano Pedraza de Oliveira, acusado de matar a jovem Larissa Silva da Cruz, de 18 anos. A vítima tinha um relacionamento com ele há cerca de um ano e os dois moravam juntos em Dourados.

Segundo informações policiais, a vítima foi encontrada morta por volta das 12h30 desta terça-feira (15), em uma estrada vicinal da MS-379, na saída para a cidade de Laguna Carapã, próximo da antiga pedreira de Dourados. 

De acordo com informações apuradas pela reportagem do Dourados News, na madrugada de ontem, o autor consumiu cocaína. Logo em seguida, eles começaram uma discussão devido a ciúmes. Segundo o acusado, o que motivou a briga foi ter visto a vítima com outro homem, situação que ela negava.

No meio da discussão, ele disse que iria embora para São Paulo (SP) e ela falou que não iria, momento em que a mandou arrumar as malas que a levaria de volta para Itaporã, cidade da sua família. No percurso, o autor disse que a vítima pulou da motocicleta, nas proximidades da pedreira, e ele desceu e foi atrás dela, onde cometeu o crime.

Uma equipe do SIG saiu de Dourados e foi até o município de Bataguassu (MS) e, após troca de informações, foi levantando que ele poderia estar fugindo de para São Paulo, fato constatado quando o acusado foi abordado na rodoviária do município. Ele foi autuado pela prática do feminicídio e será transferido para Dourados.

Coletiva

Às 9h desta quarta-feira (16), os investigadores do Setor de Investigações Gerais (SIG) realizarão uma coletiva acerca da prisão do autor do feminicídio e da morte da jovem. 
 

Comentários