Policial

Depois de três dias desaparecido, pastor é encontrado morto, boiando em rio

Valdenei Lopes de Sousa, de 28 anos, está desaparecido desde segunda. (Foto: Arquivo Pessoal) Valdenei Lopes de Sousa, de 28 anos, está desaparecido desde segunda. (Foto: Arquivo Pessoal)

Capital

As causas da morte ainda são desconhecidas, mas equipes da Polícia Civil e da perícia foram ao local

O pastor Valdenei Lopes de Sousa, de 28 anos, desaparecido desde segunda-feira, foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (26) no Rio Anhanduí, no cruzamento da Avenida Ernesto Geisel com a Rachel de Queiroz, região do Aero Rancho. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

Conforme informações preliminares, o corpo do pasto foi encontrado boiando no rio nas primeiras horas desta quinta-feira. A família foi avisada e no local, reconheceu Valdenei.

Os parentes e amigos se reuniram perto a polícia para esperar a perícia e assim a confirmação da identidade da vítima. Abalados, não conversaram com a reportagem do Campo Grande News.

As causas da morte ainda são desconhecidas, mas equipes da Polícia Civil e da perícia foram ao local. Valdenei era procurado desde a noite de segunda-feira (23). Por volta das 19 horas ele saiu de casa para ir até a igreja Semeando Paz, onde iria se encontrar com outros fiéis em um grupo de orações, mas desapareceu antes de chegar.

A última notícia que a família teve, foi que o pastor foi visto justamente nos arredores do Bairro Aero Rancho, onde foi localizado hoje. Enquanto a polícia aguardar as equipes da perícia, o clima entre os parente é de luto. Todo o trabalho é acompanhado pela esposa de Valdenei, que é amparada por conhecidos.

No momento em que desapareceu, Valdenei estava usando uma camiseta do São Paulo, calça preta de tecido e chinelo de dedo azul, mas foi encontrado apenas de cueca.

Comentários