HÓRUS

Veículos com produtos avaliados em mais de um milhão de reais foram apreendidos durante a Operação Hórus

Foto: Reprodução Foto: Reprodução

Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam dois veículos carregados com produtos de origem estrangeira, sem a documentação de regularidade fiscal, avaliados em R$ 1.240.000,00 (um milhão, duzentos e quarenta mil reais).

A ação ocorreu em virtude da Operação Hórus, parceria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, durante um patrulhamento ostensivo na rodovia MS-379, região de Laguna Carapã.

Os policiais abordaram os condutores dos veículos VW Gol branco e GM Classic preto, que estavam parados em uma estrada vicinal próximo à rodovia. Foram apreendidos 819 Smartphones da marca Xiaomi (diversos modelos), 02 aparelhos MacBook e 01 iPad, 84 receptores para TV, 214 equipamentos para informática e 140 carretilhas de linhas para pesca.

Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam, na manhã de ontem, dois veículos carregados com produtos de origem estrangeira, sem a documentação de regularidade fiscal, avaliados em R$ 1.240.000,00 (um milhão, duzentos e quarenta mil reais).

A ação ocorreu em virtude da Operação Hórus, parceria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, durante um patrulhamento ostensivo na rodovia MS-379, região de Laguna Carapã.

Os policiais abordaram os condutores dos veículos VW Gol branco e GM Classic preto, que estavam parados em uma estrada vicinal próximo à rodovia. Foram apreendidos 819 Smartphones da marca Xiaomi (diversos modelos), 02 aparelhos MacBook e 01 iPad, 84 receptores para TV, 214 equipamentos para informática e 140 carretilhas de linhas para pesca.

Os dois homens, de 21 e 24 anos de idade, contaram aos policiais que pegaram a mercadoria na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero e que foram contratados para entregar em Dourados (MS).

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), para posterior agendamento e entrega na Receita Federal de Ponta Porã.

Comentários