DOURADOS

Homem passa mal e morre no momento que UPA não possuía médicos

Homem estava na UPA de Dourados e morreu no domingo - Crédito: Hedio Fazan/Dourados News Homem estava na UPA de Dourados e morreu no domingo - Crédito: Hedio Fazan/Dourados News

Um homem de 50 anos com entrada no sábado (5/6) para tratamento pós-Covid-19 na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Dourados, morreu no início da tarde de domingo (6/6). Ele aguardava para ser transferido a um hospital da cidade. 

Desde o final do mês passado a Unidade se transformou em uma espécie de ‘Hospital Covid’, com o a ala verde sendo transformada em amarela para receber os pacientes em busca de atendimento. 

Na noite de sábado e no domingo (6/6) pela manhã, o Dourados News apurou com pessoas que trabalham na UPA que o local não contava com médicos, fato regularizado horas depois.

No momento do óbito do paciente, não havia um profissional de plantão e o Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) foi acionado quando a vítima começou a se sentir mal, porém, ao chegar o homem havia morrido. 

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura em busca de um posicionamento sobre o assunto e aguarda resposta. 

O problema com a falta de médicos para os atendimentos nos finais de semana tem ocorrido constantemente no local. No início do mês passado, os atendimentos emergenciais chegaram a ser transferidos para o Hospital da Vida. 

Recentemente o município abriu processo seletivo através da Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados) para a contratação desses profissionais. 

Fila

De acordo com a Sems (Secretaria Municipal de Saúde), no domingo 36 pessoas aguardavam vaga de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos hospitais da cidade. Devido a fila de espera, na sexta-feira sete pacientes que estavam na UPA foram encaminhados a Porto Velho (RO), para internação nos hospitais daquela cidade. 

Ainda ontem, 11 pessoas morreram em Dourados em decorrência da doença, conforme o boletim epidemiológico divulgado pelo Comitê de Gerenciamento de Crise da Covid na cidade. 

Comentários